Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Agosto 2007

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Pesquisar

 


Harry Potter and the Deathly Hallows

Quinta-feira, 09.08.07
(atenção: o texto seguinte não contém spoilers, apenas uma análise e dissertação sobre o livro)
Já deveria ter escrito antes este post mas não houve oportunidade. Isto de andar em férias nem, sempre significa não fazer nada. Pode ser assim o mês de Julho (não no caso deste ano) mas em Agosto, e quando a cidade está cheia de gente e chega a família, torna-se complicado.
Entretanto, a semana passada, pude, finalmente, dedicar-me à leitura. Enfim, após 6 anos de espera – o último volume de Harry Potter: “Harry Potter and the Deathly Hallows”
Até me custava a acreditar: “chegou ao fim?”
Inicialmente tinha-me decidido a esperar pelo lançamento do livro em Português mas começei a ficar bastante ansiosa e decidi comprar na língua original. Em primeiro lugar, porque tinha a certeza que iria descobrir o final antes de ler – o que é muito desagradável, principalmente no que toca ao verdadeiro final – tal como aconteceu saber a morte de uma personagem em “Harry Potter e o Príncipe Misterioso”. Em segundo lugar, já tinha falado com mais gente que havia começado a ler o livro e que não estava a achar nada complicado. Além disso eu já lera uma grande parte de “Harry Potter and the Philosopher’s Stone” sem problemas, ao que resolvi arriscar. O maior receio era ler um livro com 600 páginas numa língua estrangeira, mas pensei que nem que levasse o mês de Agosto inteiro para ler com calma e assim entender tudo, preferia fazê-lo a ter de esperar por Outubro/Novembro para ler em português.
O receio da língua acabou por se revelar infundamentado. Não encontrei nenhuma situação incompreensível ou complicada. Aconteceu, por vezes, não compreender determinada palavra (mais frequente nas descrições) e nem sequer ir ver ao dicionário – é chato ter de fechar o livro, procurar no dicionário, voltar ao livro, voltar a fazer uma pausa, dicionário, livro, etc – Claro que desta maneira ficava sem perceber o sentido completo da frase. Acontecia uma segunda vez não entender, mas normalmente à terceira deduzia o significado da palavra e ficava a entender. A nível da língua inglesa é bastante enriquecedor. A escrita é clara, compreensível...muito bom. Se ainda houvesse mais volumes da série, não hesitaria, de certeza, em voltar a ler me inglês no lançamento, em vez de ficar meses à espera.
Agora, gostaria de dar a minha opinião sobre o livro, o que não é fácil, visto ainda haver muita gente que não o leu. Mas não há spoilers, por isso, não se preocupem em ler. Eu também não gostaria que me fosse revelada a história antes de ter nas minhas mãos o livro e “ver” o momento com os meus próprios olhos .
“Harry Potter e as Relíquias da Morte”, título que faz todo o sentido após a leitura e que antes me era incompreensível, deverá ser o título português. Quando acabei de ler a última linha, do último capítulo…nem me consegui separar do livro. Fiquei uns momentos agarrada a ele recordando todos os livros, todas as aventuras de Harry, todos os bons momentos (e por vezes tristes) que passei com aquela história.
Apesar de esperar o contrário, antes de ler, o livro responde a todas as questões relacionadas com a história, além das surpresas que nos reserva. Claro que para os fãs há sempre coisas mínimas que ficam por saber e como disse a própria JK Rowling numa entrevista, “há fãs que nem descansam enquanto não souberem o nome do meio do trisavô do Harry”. Pessoalmente, fiquei satisfeita com as informações que nos são dadas e julgo que está lá o essencial e até um pouco mais.
A história surpreendeu-me me vários aspectos: os acontecimentos e as próprias personagens. É um livro diferente dos anteriores mas para mim, o melhor de todos. O que não significa que deixa de ser um livro triste. Eu achei-o bastante e em dois momentos fiquei com os olhos rasos de água. A história é cheia de acção, o que acho que a maioria já espera mas lindíssima. Como sempre, muito original ao estilo JKR e com um óptimo factor: entende-se o porquê de todos os acontecimentos. Todos os porquês são respondidos e as surpresas chegam até nós sem parar. Claro que não falta o humor a que já nos habituámos em cada livro de Harry Potter.
Trinta e seis capítulos, e mais alguma coisa, de pura magia - fantásticos.
Se alguém já tiver lido e queira comentar, está à vontade, apenas peço, por favor, que no início dos comentários coloquem o aviso de SPOILER, evitando assim qualquer transtorno e respeitando as pessoas que ainda não leram.
Quem ainda não teve oportunidade de ler e vai esperar até à versão traduzida: boa espera, com paciência, mas vale a pena para ler esta história, fantástica.
Umas mágicas férias a todos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cricri às 15:32

15 comentários

De cricri a 28.08.2007 às 21:54

Olá!

Wow, agora as ovelhas são admitidas no cinema! Ainda não me cruzei com nenhuma, por acaso. Só por acaso..! lol

Se gostaste dos filmes, gostarias com certeza dos livros.

SIm, passarei por lá de seguida!
Até à próxima! ;)

Comentar post



Comentários recentes

  • cricri

    Obrigada!Tenho de me voltar a dedicar um pouco mai...

  • sol

    Encontrei o teu blog por acaso e gostei muito !Seg...

  • cricri

    Muito obrigada! Umas felizes festas!

  • Teresa

    Feliz Natal e parabéns pelo destaque :)

  • rvqgmccjoqk

    RvGZjH <a href=\"http://msepxzxnvpqg.com/...